domingo, 31 de maio de 2015

O que eu quero do Xadrez!

Bruna Isabella x Oliver Bruno. Os primos se divertindo.
                                 Todos concentrados.
         Bruna Isabella muito tranquila (a primeira menina de cima para baixo).
          Oliver Bruno muito confiante (o primeiro menino de cima para baixo).  
           
                                                           
Esperando o momento de mais uma rodada.

Oliver Bruno (neto), Anderson Diego (filho), Bruna Isabella (neta)
Todos felizes com a premiação

A 10ª Copa Estudantil de Xadrez de Petrolina foi marcante para mim como Avô. Eu nunca imaginava que os meus dois netos fossem gostar de xadrez. Na verdade diariamente eles veem e ouvem em casa se falar muito desse "tal de xadrez". A paixão que tenho por esse esporte serviu de incentivo para os mesmos, mas sempre os deixei livres para as preferências de brincadeiras deles, procurando não interferir nas suas vontades. Com certeza eu já vinha assistindo essa cena através dos meus sonhos.
Oliver Bruno (5 anos) e Bruna Isabella (6 anos) se divertiram muito jogando xadrez numa tarde inesquecível, em que senti a felicidade dentro dos olhos dos dois, demonstrando um verdadeiro fascínio pelo jogo a cada rodada quando ganhavam, empatavam ou perdiam. Naquela estréia parecia que eles estavam em alguma festa de aniversário de um coleguinha de escola, se divertindo bastante com aquela experiência única de suas vidas. 
Tenho a impressão que eles repetirão a dose em futuras jornadas. O resultado geral pouco importou para nós, pois o importante foi ver estampado no rosto dos dois a alegria de receber suas medalhas de participação no final.
A gente que organiza competições fica literalmente em “Xeque” em algumas situações inusitadas, pois a imparcialidade sempre foi à tônica da nossa condução. 
Sem poder fazer nada, vi um oponente do Oliver Bruno capturar sua torre com um peão voltando para primeira casa do tabuleiro. Como se sabe os peões iniciam uma partida na segunda fila em diante e também não pode retroceder o seu movimento. Vi Bruna Isabella deixar o seu Rei em xeque pela terceira vez, culminando com o terceiro lance irregular, e consequente a derrota. Foi demais... na realidade pude sentir na pele o que os outros pais sentem quando seus filhos estão jogando.
O Anderson Diego, meu filho e Pai do Oliver Bruno presenciou cada passo em cada rodada e juntamente com a sua esposa Mila e minha esposa Elizete, passaram por essa experiência maravilhosa. A Ive, Seu Alcides e Igor, respectivamente Mãe , Avô e Tio de Bruna Isabella, também fizeram parte desta continuação do ciclo enxadrístico das nossas famílias. Anderson é Professor de um Xadrez vencedor no Projeto CEMAM, com seus alunos campeões.
Fiquei tão empolgado que já penso em deixar o cargo espinhoso de Presidente da Associação Sanfranciscana de Xadrez e acompanhá-los nas competições sem ter a responsabilidade de organizar, ficando mais "LITE". 
Estou chegando perto dos 60 anos, com espírito de juventude no meu coração. Ainda quero me divertir muito nessa vida de xadrez, ensinando aos meus netos e aos meus alunos. Futuramente quem sabe eu vá para as competições jogar, curtir e desfrutar dos momentos festivos que esse esporte me proporciona.
É isso o que vou querer da minha vida daqui para frente. 
Obrigado! Deus.             

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A 10ª COPA ESTUDANTIL DE XADREZ,fica marcada com a chegada das novas gerações e a ida das outras exemplo a Ramyres não joga mais em 2016,e vendo Oliver Santana Bruna Santana,Hugo Brienne e Lucca e muitos outro começando uma nova década da famoso copa que tem dado alegria a muita gente.fiquei fascinado em ver as três gerações Santana do Xadrez no evento ,um novo ciclo começa que Deus me permita ver esses novo talentos na 20ª edição desta Copa Estudantil de xadrez.

    Agnaldo Melo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que outras famílias apareçam para o cenário Sanfranciscano de xadrez. Essa nova geração está vindo com muito espírito esportivo.
      Parabéns!

      Excluir